quinta-feira, 12 de março de 2015

[Resenha] Kamen Rider Gaim



Esses cinco Riders fizeram história (ou não xD)

Bem, como de costume, mais uma resenha 'básica' sobre uma série assistida. Leiam até o final se forem capaz =D

Antes de começar o texto, umas observações devem ser levadas em conta:

Texto contém spoilers (Revelações sobre o roteiro)
Todo o conteúdo do texto representa unicamente a minha opinião pessoal e tudo o que eu achei sobre a série.
Comentários sempre são bem vindos. sintam-se livres para concordar ou discordar a vontade, desde que seja usado o bom senso. Por razões óbvias, comentários ofensivos não serão publicados.

_______________________________________________


Antecedentes:

Decidi assistir Gaim porque eu estava vendo muitos comentários positivos sobre a série, então surgiu a curiosidade. E também graças ao meu irmão que me deu um toque falando que possivelmente eu iria gostar de determinado personagem (e sim, eu realmente gostei - e muito!). Comecei a ler a wiki sobre a série pra saber o que eu iria encontrar (sim, eu li tudo sobre a serie antes de assistir, sou adepta dos spoilers xD) Porém, me deparei com algo um pouco diferente do que eu gostaria... E não, eu não achei tão espetacular assim como quase todo mundo disse.

Kamen Rider Gaim: Uma série inovadora, uma literal salada de frutas ou uma mera colcha de retalhos?

Como disse no título dessa etapa, eu me perguntava se era algo inovador. Sim. Não posso negar que a ideia de transformar Riders em frutas foi mesmo sensacional. Juntar frutas com samurais também foi uma boa sacada, rendeu um visual bonito para os Riders, embora - se formos considerar os Riders principais - somente Gaim e Zangetsu compartilham a temática de samurais, nitidamente notáveis em seus capacetes e por somente eles possuírem o Muson Saber (ô espada linda ♥). Já Ryugen ganhou um visual de Dragão Chinês e Baron virou um guerreiro Europeu (WTF??)


A presença da dança na série ajudou para que de fato fosse uma salada de frutas. Riders frutas + aparência de samurais, dragões, guerreiros + dança?? Sério, eu realmente não curti essa parte das danças. Muito chato, e os Riders batalharem entre si por palcos de dança e lock seeds me soou no mínimo ridículo. Se os Riders precisam lutar entre si, pelo menos que seja por um motivo decente, mas não, eles ali lutavam sem uma porra de um motivo que valesse MESMO a pena. Na saga Beat Riders era até "lógico" batalharem, pior foi depois, conforme a série avançava. Simplesmente rolava a lei do "Se transforma aí agora por que eu quero te quebrar" e só.

Uma colcha de retalhos...

Quanto mais eu assistia Gaim, mais eu ia vendo situações já vistas e revistas em outras séries da franquia. É claro, não estou dizendo aqui que nada pode ser copiado, até por que, é impossível fazer algo 100% original, ainda mais nos dias de hoje, mas também não podemos negar que foi algo exagerado no caso de Gaim. Muitos elementos foram baseados em outras séries. Quando vi a floresta de Helheim, logo me veio em mente... Mundos dos Espelhos de Ryuki. Os 4 Riders principais de Gaim lembram também os 4 Riders de Blade em termos de personalidades. Tachibana e Mutsuki lembram muito os Irmãos Kureshima. O que aconteceu com o Kouta é exatamente a mesma coisa que acontece com o Kenzaki, praticamente, e o Kaito faz o tipo mais solitário, como o Hajime (mas claro que o Hajime é muito melhor que o Kaito, óbvio). Entre outras semelhanças que notei até com relação ao Den-O, mas não quero me estender muito pra que não fique um texto gigante.

A influência da Bíblia

Como qualquer pessoa pode ter notado, o roteirista de Gaim usou e abusou de influências do livro sagrado na história. A história de Adão, Eva e o Fruto proibido. Sagara agindo como a cobra da história entre outras coisas. Os Irmãos Kureshima representaram Caim e Abel, enfim, vários detalhes que foram usados durante a história.

_______________________________________________

Tretas, Tretas....................... E MAIS TRETAS

Uma coisa que me chamou muito a atenção e até me espantou, foi a quantidade de personagens cretinos e mau caráter nesta série. Na boa, dá pra contar nos dedos os personagens que tem caráter ali, e acredite, vão sobrar muitos dedos! Levando em conta os personagens principais, e outros não tão principais assim, tirando o Kouta, a Mai chata e o Takatora, só sobra gente FDP. Geral competindo pra ver quem enraba o outro primeiro. (No caso do Takatora então, nem se fala. Tinha fila pra ver quem traía o cara primeiro). Com relação aos figurantes, de fato, alguns se salvavam, mas... eram figurantes né. Apenas temos mais um motivo para xingar os roteiristas, rsrs. Sério gente, eu não consigo eleger ali o personagem mais safado de todos, mas creio que o quarteto Mitsuzane, Ryouma, Kaito e Sagara seja o mais danoso. Quando você pensa que os inimigos dos Riders deveriam ser os Overlors mais sinistros, mas não, era Rider contra Rider. Pra quê isso, gente? Esse esquema até funcionou bem em Ryuki, mesmo por que, a temática da série em si era aquela, mas eu sinto que em Gaim não combinou, até por que, haviam outras alternativas bem mais viáveis ali, mas o roteirista pelo jeito, preferiu optar pelo método mais fácil, a julgar pelo modelo de protagonista que ele criou, isso não me surpreende, mas sobre isso eu falarei melhor na parte dos personagens.

Parte da corja reunida. Só faltava o Bichysuzane pra completar a reunião

Isso acabou me incomodando muito, pois era só isso que a série mostrava. A gente ficava unicamente na expectativa pra saber quem seria o próximo a ser traído e qual seria o próximo a se ferrar. Eu francamente não consigo me sentir bem assistindo tantas demonstrações de filhadaputagem junta, nem vendo só os patifes se darem bem as custas dos poucos personagens que valiam a pena ali. Sério, ninguém prestava, e você só ficava se perguntando qual seria a próxima merda que todo mundo ali aprontaria.

Vamos agora ilustrar os exemplos:

Beat Riders:

Kumon Kaito e Kureshima Mitsuzane


Interessante que nenhum dos dois presta. Cada um na sua equipe. O Kaito é o Líder do Time Baron e o Mitsuzane o "braço direito" da Gaim. O mais curioso ainda é o Kaito falando umas verdades sobre o caráter do Mitsuzane quando ele mesmo não é flor que se cheire, chegando a virar a casaca na cara dura, ou seja: um não tem moral pra falar do outro. A única diferença é que o Kaito pelo menos falava e fazia as coisas na cara, enquanto o Michy era falso, mentiroso e se fazia de santo.









Yggdrasill Riders:

Sengoku Ryouma, Minato Yoko e Shido


A Yggdrasill inteira (exceto o Takatora) está lotada de gente safada, mas esses três se superam nesse quesito. Os três conspirando contra o Chefe Kureshima pelas costas escondendo as coisas do cara só pra pegar o fruto proibido. É cobra engolindo cobra. Ryouma que traiu o Takatora, que depois foi traído pelo Shido e Minato levou um pé na bunda do Ryouma por que foi otária caindo no papo dele e ajudou a ferrar com o Takatora. Enfim, uma máfia de fdp rsrs, isso sem contar que esse trio de serpentes ainda era ajudado pela duplinha acima, para acabar de completar.



_______________________________________________

Porém nem tudo se resume a coisa ruim. Há também os personagens nobres que pensam no bem comum e na salvação da humanidade...

Kureshima Takatora e Kazuraba Kouta

Os dois eram os únicos que se preocupavam com a sobrevivência da humanidade, e estavam dispostos a dar suas vidas por este objetivo. Cada um a sua maneira e usando os meios que tinham disponíveis no momento, porém o objetivo de ambos era o mesmo. Inicialmente se tratavam como inimigos de lados opostos até descobrirem seu objetivo em comum.






_______________________________________________

Mau aproveitamento dos personagens e quantidade desnecessária de Riders desandou tudo...

Vários personagens foram mal aproveitados

Outra coisa que me chamou muito a atenção foi a forma como o roteirista tratou os personagens. O cara cria personagens espetaculares e simplesmente descartam. Claro que isso afetaria no andamento da série, uma vez que vemos desde figurantes completamente inúteis por não serem bem aproveitados a protagonistas sendo trollados de forma ridícula. Oren, Zack e Minato poderiam ter sido melhor aproveitados, ou nem deveriam ter sido Riders, já que seriam deixados de lado depois. Oren ainda era o melhor dos três, pois pelo menos servia de alivio cômico, mas pasmem, ele chegou a ficar por 10 episódios seguidos sem dar as caras. Aí você que acaba virando fã do personagem, acaba se sentindo como? Por isso eu prefiro séries com poucos personagens com todos eles fazendo a sua parte do que uma penca de Riders ali de enfeite pra cada um aparecer de 5 em 5 episódios só pra encher a tela e dizer "eu estou aqui".

Esses dois foram a dupla mais inútil entre todos os Riders da série - parabéns, roteirista

Só os quatro Riders Protagonistas já estava de bom tamanho
Embora eu defenda a ideia de que só os Riders protagonistas já dava e sobrava, tenho que admitir que os Genesis Riders da Yggdrasill também foram necessários. Mas aquele excesso de Riders inúteis pra encher a tela e ficarem 'brincando' realmente não colou.

Eles sim foram necessários...
Os Riders da Yggdrasill serviram para ferrar com a vida dos Riders "pirralhos". Mas eu não sei o que o Ryouma fazia ali, já que só se transformava pra fazer merda (mais do que os outros) e no fim acabou sendo um vilão patético.


A história poderia ter sido melhor... MUITO melhor

Contradições no roteiro associada ao mau aproveitamento dos personagens desandou o que poderia ter sido de fato esplêndido. 

A série andava bem até dado momento. Posso dizer que até o fim do arco da Yggdrasill as coisas iam muito bem, mas depois desandou tudo. Depois da traição sofrida pelo Takatora e a aparição da Kiwami Arms, eu achei que as coisas melhorariam... só que nao.

Algo curioso, foi que depois que o Takatora foi traído e se encontrou com o Rei dos Overlords, o mesmo disse ao Chefe da Yggdrasill que jamais daria o fruto proibido aos humanos, pois para ele, os humanos eram um lixo e mereciam se lascar mesmo. Porém, logo depois chega o Sagara, pega um fragmento do fruto e leva pro Kouta. Agora você pensa: Pombas, se o cara acaba de falar que não daria o fruto pra nenhum humano, como que na mesma hora ele libera uma parte pro Sagara, sabendo muito bem o que o cara iria fazer com aquilo? Posteriormente ele faz a mesma coisa com a Mai, ao colocar o fruto dentro do corpo dela. Na boa, se era pra fazer isso, teria sido mais fácil se ele tivesse dado aquela bosta pro Takatora e ele que se virasse depois. Melhor do que ficar se contradizendo.

Eu tinha esperanças de que a reta final de Gaim seria com todos, eu digo TODOS os quatro Riders principais tendo que se ferrar enfrentando Overlords muito fodas. Não é todo mundo que percebeu, mas cada Overlord inimigo parecia uma contraparte dos Riders principais (exceto Kouta). Takatora estava para Rosyuo, o Overlord Rei Branco, Kaito estava para o Redyue, o Overlord vermelho e Mitsuzane estava para Demushu, o Overlord verde. Reparem que até as cores coincidem. Eu esperava que houvesse uma guerra mesmo entre os Riders e os Overlords e aí sim sairia uma reta final foda. Mas olha o que aconteceu... Sem comentários para a reta final de Gaim. Francamente... eu esperava ver cada um dos quatro Rides derrotando seus inimigos dando tudo o que tem, e que no final o Kouta ganharia o fruto na marra, (coisa óbvia de cliche, logico) e pronto, fim. Mas o que aconteceu ali? O Rei foi traído (pra variar, é só o que a série mostra mesmo), Kouta ganha tudo de brinde e a grande reta final é uma briguinha de relações entre Kouta e Mitsuzane na maior viadagem possível e depois outra discussão de relações entre Kouta e Kaito. Parabéns!!! Final mais igual ao de Blade, (só que muito PIORADO), impossível. A única diferença, é que em Blade foi de fato inevitável. As coisas ali tinham motivo pra acontecer daquela maneira, até pela tematica da serie. Foi bom e emocionante, já aquela situação em Gaim foi decepcionante. Fora que a história dos Irmãos Kureshima foi totalmente mal explorada e jogada de qualquer jeito na série. Lamentável. E eu nem preciso mencionar a revolta que causou o final do episódio 36... e não foi apenas para mim...

_______________________________________________

Personagens: 

Como eu sempre digo, antes de mais nada, para mim, a qualidade dos personagens é o fator mais importante para que eu goste da série. A série pode ter um roteiro pífio, uma história horrorosa, mas se tiver bons personagens, com certeza eu assistirei. Em contra partida, mesmo a série tendo o enredo mais top do mundo, se não tiver personagens de qualidade, não há história que se sustente. Kamen Rider Fourze, por exemplo. Agora falaremos dos personagens, que pra mim é o fator de mais importância de uma série para encerrar a resenha corretamente. Então vamos a eles ^^

Kazuraba Kouta / Armored Rider Gaim


Kouta foi o protagonista das facilidades. 

Quem me conhece pessoalmente ou é meu amigo na internet é testemunha de que eu tentei, eu juro que eu tentei gostar do Kouta, mas não, não rolou. A forma como o escritou colocou justamente o protagonista da série não me convenceu de forma alguma, fora que eu não achei o mínimo carisma sequer no personagem. Mas o que mais me incomodou no Kouta é que o roteirista fez dele um personagem contraditório. E por que eu digo isso? Bem, vamos aos fatos: De primeira, vemos um jovem no início dos seus 20 anos de idade. Ele quer virar um adulto responsável e ajudar sua irmã mais velha com as despesas da casa conseguindo um emprego. Até aí, beleza! (aliás, bem vindo ao clube dos desempregados, Kouta. Eu acompanho a sua dor xD). Porém, sua vida como Rider é o oposto total dessa determinação dele. O que eu não gostei foi o fato dele ficar ganhando poderes e mais poderes de presente de dois em dois episódios. Cara, isso é tãããão forçado que mais forçado, impossível. E outra, quem me conhece sabe muito bem que eu não suporto Rider apelão e não é de hoje. Rider foda mesmo é aquele que não ganha um monte de poderes de graça, mais sim conquista na garra, o Blade, por exemplo. E como se não bastasse, eu ainda tenho que ver gente na internet enchendo a boca pra falar... Nooooosssssa o Kouta é muito foda. Olha, foda mesmo é o Takatora que só usava um lock Melon (com somente uma atualização e olhe lá) e era o Rider mais forte da série. Desculpa sociedade, mas é a verdade. Eu queria ver o Kouta tirar aquela onda toda se só tivesse o Orange. Duvido!


Kouta sempre guloso :)

Outro ponto que achei o fim na personalidade do Kouta é a ingenuidade e a burrice do personagem. Gente! Ele era demais! Como sabiamente disse o Kaito, a ingenuidade dele chegava ao nível de doença. A ingenuidade era tanta que virava jeguice extrema! Ele era tão tapado que precisou que o Oren viesse pra dizer que ele estava lutando contra um Zangetsu falso - coisa que estava totalmente na cara, mas que incrivelmente ele não percebeu! O ápice da 'inteligência' dele foi literalmente dizer: "Vamos Michy, pode me matar agora, eu deixo! E mesmo assim nunca vamos deixar de ser amigos" >>> WTF???? Na boa, eu acho incrível a nobreza dele de não querer desistir do amigo e blábláblá, maaaaasss... tudo tem limites. O método do Takatora era o mais correto. O Michy precisava era de porrada, que foi o que faltou pra ele para que ele virasse gente. Ele apenas deu ao assassino o que ele queria, e o fato do Michy ter se arrependido depois disso foi mero delírio de roteirista, na prática, acho pouquíssimo provável que algo assim acontecesse. O Kouta é tão ingênuo e burro que foi usado pelo Sagara com total ciência disso. Toda hora ele ia lá, dava um 'brinquedinho' novo e fala, "vai lá trouxa, faz exatamente o que eu quero, babaca". Do mesmo modo que ele tinha uma vida difícil pela falta de emprego, ele conseguia seus poderes de Rider muito facilmente, até trabalho ele conseguiu na moleza em dada altura da série. Ele passou uma ideia de que a vida é fácil e que nada requer sacrifícios, algo muito errado, pois todos nós sabemos que na prática, a coisa é bem diferente. Enfim, mesmo ele com toda aquela filosofia determinada de salvar a humanidade toda aquela corretice e nobreza extrema dele e tal, comum na maioria dos protagonistas, isso não foi o bastante para que ele me convencesse como um bom protagonista. Tentei, tentei, mas não consegui gostar dele. Uma pena :( - É claro que nem tudo é 100% ruim no Kouta. Não posso ser injusta até por que eu não sou assim. Se tem algo que eu gostei nele foi a sua determinação e auto grau de nobreza para nunca desistir de proteger os demais. Mas também não chegou a ser algo muito marcante pra mim, pois não é diferente da atitude de 99% dos protagonistas.

Kumon Kaito / Armored Rider Baron


Kaito foi o maior vira-casaca da história. 

Bem, eu não tenho muito o que falar do Kaito, até por que, quem me conhece sabe muito bem que eu tenho total aversão a tipo de personagem como ele. Como posso dizer... chato, arrogante, metido e muito, mais muito exibido. A infância dele tem algo estranho envolvendo o pai dele que não ficou muito claro, mas ele trabalhava na Yggdrasill e foi mandado embora, algo assim. Então ele acabou virando um rebelde sem causa, com raivinha por que a Yggdrasill modificou a cidade onde ele nasceu sem nem imaginar as verdadeiras razões para aquilo. Embora eu não goste da personalidade dele, algo que devo dizer, é que gosto da sinceridade dele, pois pelo menos ele fala e faz as coisas na cara, sem ficar de falsidade, mas ao mesmo tempo ele se contradisse quando virou a casaca na reta final e resolveu acabar com toda a humanidade por causa da sua raivinha de infância. Francamente, muito nada a ver isso. Achei sem sentido e forçado. E como foi aquilo dele virar um Overlord na marra depois de ser cortado por um? E mais ainda! Como assim o Genesis Drive "drenou" o veneno do Overlord? kkkkkk sério, eu ri! Então o Ryouma criou um cinto inibidor de veneno que nem ele mesmo sabia. kkkkkk desculpa mais esfarrapada impossível. Engraçado foi ele falando pro Mitsuzane que o Kouta era um babaca mas não era inimigo dele, e chega no final da série... "agora vamos pro pau por que tu é meu inimigo" Gente, peraí, né! É curtir com a cara do público. Só pode! E nem preciso dizer que um filme de Gaiden pra ele foi completamente desnecessário. Só pelo trailer já deu pra notar que o filme não terá conteúdo e nem sequer o pai dele vai aparecer. Pura perda de tempo só pra encher linguiça. E os bolsos da Toei. Outra coisa que achei legal no Kaito era como ele jogava umas verdades na cara do Kouta. Parecia o Takatora tentando mostrar a ele o quanto ele é cego - principalmente no que diz respeito ao seu querido "amigo" Michy.

Irmãos Kureshima

Ah... o caso dos Irmãos Kureshima...

Bem, finalmente chegamos ao ponto! Quem vê esses dois irmãos juntos e felizes nesta foto, nem imagina o que rolou com esses dois ao longo da série. Apesar de serem irmãos, os dois são completamente opostos. E mais, eu confesso que só tive coragem suficiente pra ver Gaim até o fim só por causa desses dois (mais pelo Takatora, claro *apanha*). A história dos dois é bastante interessante e não foi contada nem explorada de forma decente pelo roteiro (por que será?) Pelo menos eu tenho esperança de que detalhes da vida deles sejam mostrados no Gaiden do Zangetsu (que eu nem estou ansiosa pra ver, imagina)... pois diferente do Kaito, Nii-san sim tem muita história pra contar. Bem, comecemos pelo Mitsuzane, por que o melhor deve ficar por último kkkkkk E para entender esses irmãos, só com muita psicologia hihi. Uma coisa que pude notar, foi que os irmãos passam a ideia de Luz e Sombras, onde o Takatora representa a luz (o lado bom) e o Mitsuzane representa as sombras (o lado ruim mesmo). Não apenas a personalidade deles já nos passa essa ideia, como também isso se reflete em suas formas Rider, como Zangetsu é um Rider Branco, e também vemos a influência da Lua em sua armadura, que dá a ideia de brilho, ou seja, enquanto Takatora brilha, Mitsuzane permanece nas sombras, como a Uva é uma fruta bem escura (pelo menos a roxa), e um comentário do Oren também enfatiza tal fato, quando ele alerta ao Kouta sobre a usurpação de Zangetsu ele diz: "Você acha que eu sou tão cego para confundir o meu brilhante Melão com aquele falso sem brilho?". Outro fato é o próprio Mitsuzane ter admitido ser uma sombra do irmão, querendo matá-lo por inveja só por ele ser mais talentoso. - Gente, eu achei aquilo o fim! Como alguém pode ser tão bixo ruim?

Kureshima Mitsuzane / Armored Rider Ryugen

Rosto de anjo, coração de demônio

Exagerado o meu subtítulo? Pode até ser, mas resume exatamente o caráter do Kureshima caçula. Como eu já tinha lido sobre a série antes de assistir, eu já sabia bem o que se podia esperar dele, e olha que adjetivos não faltam: Falso, mentiroso, traidor, invejoso, cínico, fingido, manipulador, possessivo, psicopata e até ladrão e usurpador! Tá bom pra vocês? Também seria um assassino, e só não foi, de fato, por muita sorte, (Do Takatora e do Kouta que sobreviveram, senão...) por que não foi por falta de tentativas, pois ele não teve nenhum escrúpulo quando se tratou de ferir seu "melhor amigo" e o próprio irmão, ou seja, as duas pessoas mais próximas dele. - Imaginem o que um cara desse faz com os inimigos entao... O Mitsuzane é aquele tipo de personagem que faz coisas ruins por conta da sua própria má índole e safadeza, e quer culpar os outros em volta dele por ele agir assim, ou seja, ele quer justificar suas merdas em cima dos outros que não tem nada a ver. E mais nada a ver ainda é ele colocar a culpa no irmão dele pelo fato dele ser um safado. Algo assim não faz sentido, visto que o próprio Takatora relatou ao Kouta que só ensinou coisas boas e deu bons exemplos para o Michy. Então se ele não seguiu o caminho do bem é por que ele tem uma índole de FDP e pronto. Ninguém tem culpa da outra pessoa ter nascido ruim. E a quem defende o Michy e acha que a culpa foi mesmo do irmão, nem pára pra pensar de como a vida do próprio Takatora foi muito mais complicada que a do irmãozinho, e nem por isso ele virou um FDP. Eu digo isso por exemplo próprio, pois eu também não tive uma infância nada feliz e nem por isso virei um Bichy da vida, então isso não é argumento. Desculpa, sociedade. O mais incrível no personagem é a sua frieza, e a forma como ele alega estar fazendo tais coisas por amor... POR AMOR!!!!!!! Olha, então eu nem queria saber o que ele faria por ódio... Ele é o típico mimadinho que acha que tudo se resolve com dinheiro e dá o seu primeiro sinal de filha da putagem quando quer negociar o seu cinto com o Shido, que inicialmente se recusa a vender por medo de que o Takatora-nii-san descobrisse. Além disso, o garoto vivia uma vida dupla, mentindo dos dois lados. De um lado, ele vivia dançando na rua com os amiguinhos de equipe, fato esse que escondia do seu irmão mais velho - que estava mais preocupado que o seu irmão estudasse para ser um homem de bem. Por sua vez, ele também escondia dos amigos que era o irmão mais novo do Chefe da empresa que controlava a cidade toda. Mas isso é apenas o começo. Ele ainda iria aprontar muito mais! E pasmem! Seus alvos principais eram o Kouta - seu suposto melhor amigo - e acreditem, também o próprio irmão. 





A relação com Takatora

Uma coisa que me deu uma tremenda raiva no roteiro foi que a relação entre os irmãos foi muito pouco explorada na série. as poucas conversas deles em casa mostrava o Takatora como um irmão mais velho severo e muito exigente que aparentemente estava pouco se lixando pro bem-estar do irmãozinho. Porém, o que entendemos depois é que na verdade o Takatora sempre foi muito super protetor com o Mitsuzane, inclusive, ele escondeu do irmão que ele mesmo era um Rider por que ele não queria envolver o irmão mais novo em algo tão delicado e perigoso como salvar a humanidade - Ele chega e explicar isso no ep16. No caso, eu achei bastante injusto o Takatora ficar se culpando pela má conduta do Michy sendo que ele só ensinou o caminho do bem. Ele não tem culpa do irmão ter nascido mau-caráter. Mas eu realmente queria saber como os dois foram criados. Estou curiosíssima para ver se vão mostrar isso no Gaiden do Zangetsu ~.~ Mitsuzane alegou que tinha mágoa do irmão por ter sido "abandonado" pelo mesmo. Bem, eu o vejo como um egoísta, pois Michy só pensou no lado dele sem se importar na forma como o irmão também foi criado. E apesar da relação aparentemente fria, dava pra notar que nosso Nii-san se importava bastante com a família e com o caminho que Mitsuzane seguiria.



A relação com Kouta

Mitsuzane começou a ter ódio do Kouta por que achava que a Mai chata queria dar pra ele e ficou com mais ódio ainda ao perceber que o irmão Takatora também admirava o caráter do Kouta. Tudo isso eram sentimentos insanos de Mitsuzane sobre coisas que só existiam na cabeça dele. Por um lado, podemos pensar que Mitsuzane além de raiva, desenvolveu também uma grande inveja do Kouta, pois ele sempre ficava mais forte tão facilmente (e bota facilmente nisso!) enquanto ele não conseguia nada. Mas também ele não conseguia por que se preocupava mais em sentir inveja dos outros do que correr atrás dos interesses dele jogando limpo, como o irmão o ensinou. Outra coisa que eu achei o fim, foi o Kouta dizer que o Michy virou um FDP por culpa dele. Ah, não, tenha dó! Mas ele não era 100% o demônio em pessoa, pois pelo menos ele não queria que o Kouta soubesse que ele tinha matado o amigo por acidente para ele não sofrer. Ao menos uma coisa "boa" ele fez, além de se arrepender no final - embora isso tenha sido O MÍNIMO que ele poderia ter feito depois de tudo.





De bom ele só tinha a cara
Entre outros pontos, Mitsuzane era muito desonesto, e nem de longe lembra o Takatora. Apesar do Michy ter crescido como a sombra do Takatora, o mesmo só aprendeu o que não presta. Primeiro tentou subornar o Shido pra conseguir o seu cinto, depois roubou o Lock Melancia do próprio irmão, chantageou Kouta por debaixo dos panos usando até a irmã dele, entre outras pilantragens.

Ele também recorria a métodos sujos para ganhar lutas, inclusive atirando no Kouta pelas costas e tentando matar o mesmo quando ele estava desmaiado. Além disso, usurpou o lugar do irmão, enganando todo mundo. 

Enfim, os problemas do Michy foram causados por ele mesmo, por que ele não teve coragem para impor sua própria vontade e conversar com o irmão. O Takatora não é o monstro que aparentava no início da série, e se o Mitsuzane tivesse aberto o jogo com ele sobre gostar de dançar antes e tivesse sido sincero com o Kouta e os amigos também, todas as pilantragens dele poderiam ter sido evitadas e até a Mai chata poderia ter aceitado ele. E eu achei um tremendo absurdo, depois de tudo de perverso que ele fez, terminar a série sendo perdoado por todos - inclusive pelo irmão que quase matou - e ainda foi consagrado como herói na última luta. Pelo amor de Deus, né roteirista!! Eu achei isso muito errado e injusto, pois do mesmo modo que o roteirista coloca o Mitsuzane como um personagem que reflete a mensagem da lição da importância do arrependimento, ele também mostrou que por mais merdas que a pessoa faça, ela nunca seria punida, e para ser honesta, eu não achei isso um bom exemplo. Por outro lado, estou super ansiosa para vê-lo arrependido e agindo como gente no filme de Drive & Gaim, já que se passa depois do término de Gaim.

Kureshima Takatora / Armored Rider Zangetsu / New Generation Rider Zangetsu Shin


Pode ter "cara de mau", mas sua nobreza é admirável

E finalmente estamos diante do Galã de Kamen Rider Gaim. O cara por quem as meninas - e meninos também - se derretem. ganhando apelidos como "Melon Divo", "Senhor Elegante" entre outros. - Não, isso não foi exagero estou apenas dizendo o que eu li de outras pessoas. Takatora Nii-san é de longe o meu personagem favorito, e ao contrário do que alguns ignorantes podem pensar, minha preferência por ele não tem nada a ver com a aparência de galã do nosso Nii-san. (sim, uma vez um idiota me disse isso.) Antes de começar a ver a série, eu não tinha visto as fotos dos atores e nem sabia nada dos personagens, como já mencionei anteriormente, antes de assistir eu li tudo sobre os personagens e só de ler a história do Takatora já foi suficiente para eu elegê-lo o meu personagem favorito (Obra do meu irmão, de novo). Na minha humilde opinião, Nii-san foi o personagem mais bem escrito e interpretado da série. Eu fiquei impressionada em ver como ele foi um personagem profundo, e na minha opinião, o que mais sofreu ao longo da série. Apesar de sua educação rica, ele tinha um caráter incrível (camuflado "negativamente" nos primeiros episódios), e nunca apelou para trapaças ou métodos sujos - ao contrário do irmãozinho. Ele não teve uma infância nada fácil, pois seus pais deixaram os irmãos sozinhos e meteram o pé para o estrangeiro. Nii-san teve que cuidar do irmão mais novo e ainda assumir a empresa da família com muito pouca idade, o que o obrigou a crescer muito cedo. O fardo e responsabilidade que ele carregava era grande demais e era bem visível o sofrimento dele por causa disso. Fato este que explica por que ele nunca sorriu ou demonstrou alegria durante a série toda. Ele sempre tinha uma expressão séria, distante e até triste, porém ele era super tranquilo, algo que eu também admiro muito. - só a paciência que ele teve com o Kouta, se fosse outro teria matado rsrs. Outro fato é que ele sofre de complexo de culpa, visto que ele se culpa o tempo todo, pois ele sabe que para salvar a humanidade, é necessário o sacrifício de uma maioria. Ele também se culpa pelo Mitsuzane ter virado a sua sombra do mal e até pelo fato do Ryouma e sua corja terem traído ele - mesmo ele não tendo culpa de porra nenhuma nada. O que eu achei ainda mais legal foi a forma como o roteirista brincou com a personalidade do Takatora durante a série, pois no início, ele aparentava ser um vilão frio, e com o passar dos episódios, cada vez mais vamos percebendo que não era nada daquilo e isso tudo foi feito sem que o personagem tenha mudado sua maneira de ser, o que foi melhor ainda.

A relação com Kouta

Uma coisa curiosa sobre esses dois, é que apesar de parecerem ser inimigos no início da série, os dois tinham o mesmo objetivo que era proteger a humanidade. A cada episódio eu ficava torcendo para que eles ficassem amigos logo, até por que, ver o Kouta virar saco de pancadas toda vez que eles se encontravam já estava ficando chato rsrs. Justamente por que eles não tem motivo algum para serem inimigos, pelo contrário, como amigos é bem melhor. E o mais curioso foi que apesar do Kouta encher o saco da Yggdrasill o tempo todo, o Takatora nunca considerou o Kouta como um inimigo ou uma ameaça verdadeira para ele, até por que, se esse fosse o caso, o Kouta não sairia vivo para contar rsrs, Algo que eu achei bem chato - e que o roteiro fez o favor de estragar de novo, foi que justamente quando os dois ficaram amigos, eles vão e me aprontam aquela com o Takatora. Brincadeira, hein, roteirista!! O Kouta parece muito mais irmão do Takatora do que o próprio Michy. Eu gostava da forma como o Nii-san se preocupava mais em dar uma lição de realismo ao Kouta e mostrar a ele como o mundo é cruel do que se livrar do garoto como o resto da corja que trabalha para ele queria. No ep21 eu tive a impressão que ele depositava certa esperança no Kouta, para que ele encontrasse um caminho diferente para salvar o mundo que não precisasse sacrificar tantas vidas. E ele realmente estava certo na convicção dele. Eu queria ter visto os dois como amigos por mais tempo. Eles formariam uma equipe muito boa, mas pra variar, o roteiro estragou tudo de novo. Obrigada escritor. Você realmente foi muito bom.

A relação com Ryouma

É um mistério. Eu nunca entendi direito esses dois. Inclusive mais uma vez me dá raiva do roteiro, por que como pode o Ryouma fazer tanta merda debaixo do nariz do Takatora e ele não perceber? Takatora deposita suas esperanças e confiança no Ryouma por que pensa que o mesmo é seu amigo. Não posso culpá-lo por isso, é claro que a confiança cega a pessoa e no caso dele é até compreensível, mas no caso do Kouta foi burrice mesmo, por que o Takatora não tinha ninguém que abrisse os olhos dele em relação ao "amigo", já o Kouta tinha gente de sobra e se recusava a enxergar, aí vira burrice. Eu queria saber como os dois se conheceram e como era a amizade deles antes do início da série. Vou torcer para que isso seja mostrado no Gaiden do Zangetsu por que poderia esclarecer algumas dúvidas minhas, pois eu sempre achei que o Ryouma esconde certa raiva pelo Takatora, mas o motivo para isso é o que eu queria entender. De toda a forma eu fiquei com muita raiva por não ter havido uma luta foda entre o Nii-san e o Ryouma, por que o Limão azedo merecia apanhar muito pelas pilantragens que ele fez. De certa forma, alguns comentários e comportamentos do Ryouma até poderiam gerar desconfiança por parte do Takatora, mas como ele é uma versão mais madura do Kouta, a inocência dele não permitiu que ele percebesse a má índole do seu "amigo". Mas pelo menos quando a ficha caiu, ela caiu mesmo.

De aparente vilão a Herói trágico de um caráter inabalável

O que eu mais gostei no Nii-san foi o seu caráter. Apesar dele ter sido criado sozinho e sem o apoio dos pais, ter crescido cedo e assumido tantas responsabilidades, ter sido traído e quase morto por aqueles em quem mais confiava, ele não mostrou ter ódio de ninguém nem apresentou desejo de vingança pelos que aprontaram com ele, pelo contrário, ele perdoou. Isso foi o que eu achei mais foda nele, a sua grandeza de coração, pois ele teve pena do Shido ao vê-lo morrer, perdoou a Minato e o Mitsuzane e nem se preocupou em querer tirar satisfações com o Ryouma. Eu só fiquei com muita raiva por ele ter ficado três meses em coma na série quando ele poderia estar fazendo algo melhor. Mesmo sendo o personagem mais incrível da série, ele acabou não realizando nada por culpa do roteiro. Poxa, de Rider mais foda da série, a mero 'fantasma' assombrador do irmão mais novo. Francamente não dá para aceitar de bom grado um estrago desse. Mesmo assim foi um personagem excepcional que nunca demonstrou maus sentimentos nem ambição por nada e seu único foco era garantir a sobrevivência da humanidade. Ele era bom demais foi um exemplo de que quanto mais a pessoa for boa, mais essa pessoa vai sofrer, vítima da maldade dos outros. Por isso eu me identifiquei muito com ele, por que já passei por coisas parecidas e nem por isso virei uma pessoa ruim devido ao sofrimento. De todos os personagens, o Takatora era o que mais tinha motivos para virar a casaca e querer que tudo se exploda, e acaba que o Kaito sem motivo algum resolve fazer isso. Roteiro de Gaim... não tente entendê-lo rsrs.

A luta dos Irmãos


Confesso que eu esperei muito por este momento na série. Ao mesmo tempo em que essa luta foi épica e a melhor luta da série toda - até por que é sempre ótimo ver o Mitsuzane apanhando kkk - também acabou sendo a maior decepção pra mim - e pra 99,9% dos fans da série - o final da luta. PQP roteirista!!!!! Muita sacanagem fazer o Takatora 'perder' a luta. Por que vamos combinar, nunca na vida que o Mitsuzane derrotaria o Takatora, e sim, eu tenho argumentos para dizer isso. Primeiro ponto: Mitsuzane estava usando o Genesis Drive que foi mostrado ser bem superior ao primeiro Sengoku Drive (cinto roubado do irmão, ainda por cima), enquanto Takatora usava seu cinto antigo. Segundo ponto: O Takatora por si só já é muito mais forte e experiente do que o Mitsuzane e mesmo usando um drive inferior, levou vantagem durante toda a luta. Mitsuzane só 'ganhou' a luta por que o Takatora teve pena dele e deteve o seu próprio ataque final, e como o Mitsuzane é super bonzinho - sqn - não hesitou em lançar um forte ataque sobre o irmão sem dó nem piedade. Fiquei inconformada com a sacanagem que o roteirista fez, deixando o Takatora três meses em coma. Muito sem noção isso, visto que com a experiência que o Nii-san tinha, ele poderia facilmente ter dominado o irmão sem machucá-lo e ter recuperado o seu cinto roubado sem problemas, mas não, preferiram fazer aquilo para que o Michy continuasse fazendo merda. E ainda tem gente que me pergunta por que eu não gostei da reta final de Gaim...

Sengoku Ryouma / New Generation Rider Duke


Esse é um exemplo de ser safado ao extremo...

Bem, eu poderia considerar o Ryouma como um Rider figurante, mas como o caso dele é uma exceção... Ele não é apenas mais um membro do núcleo de FDP da série, mas também o cientista por trás da criação dos Sengoku Drives usados por todos os Riders para se transformar. Pode-se dizer que a única qualidade dele é a inteligência, mas como esta é usada para o mal então nem conta tanto rsrs. Ele deveria ser o irmão do Mitsuzane, pois é impressionante ver como os dois se merecem. Podemos colocar o Kaito nesse grupinho também. Formaria a família perfeita. Ryouma é falso, manipulador e mentiroso, usando o Takatora descaradamente para atingir seus objetivos. Ele sabia sobre os Overlords há tempos, mas escondeu isso do "amigo" para manter viva a sua ambição de pegar o fruto dourado, sem se importar com quantas pessoas morreriam por conta do projeto arca, e ele queria jogar toda a culpa no Takatora, para que ele ganhasse a fama de "assassino em massa". Com isso, além de manipular e usar o Nii-san sem que ele se desse conta, ele também fez o mesmo com Mitsuzane, conseguindo usar os dois Irmãos Kureshima para seu propósito. Ele até poderia ter alcançado seu objetivo, se não tivesse se preocupado em querer dar uma sova (merecida) no Michy. Apesar de ser um FDP assumido, a única coisa que eu gosto no Ryouma é que tem momentos em que ele me faz rir! O cinismo dele é tanto que as caras e bocas que ele faz são hilárias e as respostas cheias de sarcasmo dele realmente me fazem rir alto! Mas a coisa mais lamentável em relação a ele foi a sua morte. Não que ele não merecesse morrer. Sim, ele merecia e até foi tarde! O problema foi a forma como ele morreu. Primeiro ele se lascou na mão do Kaito, quando ele merecia era sair todo quebrado pelas mãos do Takatora por causa da pilantragem que o cara aprontou com ele, e segundo, o que que foi aquilo, gente????? Ele se jogou sozinho do prédio. WTF??? Mais ridiculo que isso, só o Kouta mandando o Bichy matar ele! Pode isso, produção? Enfim, creio que o Limão foi a fruta mais indicada para ele rsrs.

Os Riders Figurantes

Sim, os figurantes. Os famosos buchas que estão ali para encher linguiça e se lascar nas mãos de monstrinhos fracos que aparecem em massa na cidade, pra variar

Beat Riders Figurantes 


Bem, este trio não teve uma importância significativa na série, por isso sou contra tanta gente jogada na série a toa. Vamos falar brevemente sobre eles...

Zack / Armored Rider Knuckle

O Zack era o braço direito do Kaito e vou dizer uma coisa a vocês... antes ELE fosse o Baron, pois o Zack sim tem um caráter respeitável e lutava pelos outros, diferente do egoísta do Kaito. Eu gostava muito mais dele.

Oren Pierre Alfonso / Armored Rider Bravo

De todos os Riders figurantes, o Oren é o mais legal! Ele foi o primeiro Rider assumidamente gay em toda a franquia. Ele ter se apaixonado pelo Zangetsu não foi nenhuma surpresa, pois o Rider Melão é mesmo muito lindo (transformado ou não *-*). O estilo de luta super elegante do Zangetsu também é um diferencial. Os ataques que ele dava quando via o Rider Branco eram hiper hilários e eu realmente senti falta de uma cena em que o Oren presenciasse o Takatora se destransformando na frente dele. Eu queria ver a cara da biba rsrs, enfim, voltando, o Oren era o personagem que trazia boa parte do alívio cômico da série, que era um pouco carente neste quesito. Eu acharia mais legal um Gaiden dele ao invés do Gaiden do Kaito *apanha*. Aliás, eu aplaudia de pé as surras que o Oren dava no exibido do Kaito, mesmo por que, ver personagens como Kaito, Mitsuzane e Ryouma entrando no pau é sempre uma alegria ^^

Hideyasu Jonouchi / Armored Rider Gridon

Olha, eu nem sei o que falar sobre essa criatura! Eu não sei mesmo! Sabe aquele personagem totalmente dispensável do dispensável? Sim, é ele. O mais hilário foi ver ele no último episódio querendo bancar o herói com aquele papo pra cima do Nii-san. É, né...

Ryoji Hase / Armored Rider Kurokage

Ele não está na foto acima, mas sim, ele existe rsrs. O mais inútil da série número dois! Pior ainda do que o Jonouchi, além de ser um Rider figurante fraco, ele é exibido e metido a fortão. Ele foi tirar onda LOGO com o Melão Fodão... e o resultado... Bem, se ferrou rsrs. 

Yggdrasill Riders Figurantes


Shido / New Generation Rider Sigurd

Mais um membro da corja de pilantras da Yggdrasill. Ele não tem nada de diferente do Ryouma, FDP, cínico e ambicioso. Teve um final merecido ao morrer esmagado por uma montanha tentando peitar o Rei dos Overlords. E melhor de tudo: Ele morreu na frente do Takatora, depois de ter jogado ele penhasco abaixo, mas Nii-san é tão foda que ao invés de se sentir vingado, ele sentiu foi pena.

Minato Yoko / New Generation Rider Marika

Eu nem vou dizer que a garota é uma safada e mau caráter, mesmo por que ela também foi usada descaradamente pelo Ryouma. Todavia, ela tem sua parcela de culpa, por que sabia que as intenções do seu chefe favorito com franja de emo não eram nem um pouco boas. Tanto que quando o Takatora voltou, ela foi com o cu na mão perguntar se o cara tinha raiva dela. Tá, né... Ela não tinha ambições próprias, mas foi burra por querer ficar seguindo os outros ao invés de ficar no canto dela. Morreu de bobeira. Se não ficasse o tempo todo querendo dar pro Kaito (muito sem sucesso) teria ficado viva no final da série.

__________________________________________

Então é isso pessoal. Dos outros personagens nem vale a pena falar. A todos vocês que foram corajosos o suficiente para ler até aqui, o meu muito obrigada e até a próxima =^.^=

4 comentários:

  1. Vc escreve bem kkkk conseguiu transmitir bem o que sentiu da série.... espero que os fatos que vc apresentou façam algumas pessoas pararem de ser cega e tua resenha ta 10!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. nossa que resenha gostosa de ler, parabéns, descreveu todos os pontos da série do começo ao fim, o site Jbox ou o Senpuu poderia te contratar, deixa os downloads pra lá e dedica o tempo que vc tem na resenha mesmo, tu é boa, vai conseguir até ganhar dinheiro com o blog.

    ResponderExcluir
  3. Brigada gente. uma pena que nem todos os fans entendam o que assistem ou nao sabem interpretar o que assistem. eu já vi tanta asneira escrita sobre Gaim que só Deus na causa kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Concordo em gênero, número e grau. Acabei de ver a série. Apesar dos problemas de roteiro e alguns personagens mal aproveitados, a série pode ser considerada uma das melhores da franquia. O final (quase) que trágico/feliz poderia ter sido o melhor mas... vale ver esta série!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...